Bienvenido a la Cámara de Comercio Ibera Panamericana Inc - 08 de Agosto del 2016

PRESIDENTA DE LA OFICINA DE COMUNICACIONES & MARKETING DE OCUN CAPE, EN PERÚ

 



ANUNCIAN NOMBRAMIENTO DE GEOMAR PACHECO RIVERA COMO PRESIDENTA

DE LA OFICINA DE COMUNICACIONES & MARKETING DE OCUM CAPE, EN PERÚ

 

La destacada periodista y Comunicadora peruana Geomar Pacheco Rivera, ha sido designada como Presidenta de la Oficina de Comunicaciones & Marketing de nuestra organización OCUM – Cámara de Comercio Ibero Panamericana de Canadá (CAPE),  en Perú.

El anuncio fue realizado por J. Andrés Rojas, en su condición de Presidente y Director General de la CAPE, quien evaluó el perfil y experiencia de diferentes profesionales peruanos destacando entre ellos Geomar Pacheco Rivera, por su trayectoria profesional, logros alcanzados y sus características personales.

A partir de la fecha, Pacheco Rivera estará a cargo desde Lima, capital peruana de la ejecución de las actividades tradicionales de la CAPE, la organización de foros regionales sobre la evaluación de patrimonio y recursos requeridos para los proyectos de inversión e innovación, la cooperación educativa para la obtención de títulos de grado, postgrado y doctorado, la enseñanza y certificación de los idiomas oficiales francés e inglés. 

Asimismo, la gestión de viajes de exploración y explotación de negocios, turismo, empleo temporal y permanente, la edición de la revista de Alta Dirección de Análisis e Información del comercio internacional bilateral entre Perú y Canadá, así como la promoción de consorcios dedicados a la exportación e importación de productos y servicios. 

Trayectoria profesional

Geomar Pacheco Rivera combina su labor periodística, gestión de marketing y el derecho, en su ejercicio profesional que ha venido desarrollando en el sector privado y en el sector público, desempeñando diversas funciones y cargos. Entre otros, en el Instituto Nacional de Radio y Televisión (IRTP), en el grupo empresarial La República, como Gerente Comercial; en el Club de Periodistas del Perú, como Gerente de Marketing y Relaciones Públicas de la Revista Institucional Que Tal y Directora de Noti-América, agencia de noticias para América Latina.  

Su trayectoria impecable incluye la docencia universitaria, así como el manejo de importes cuentas de empresas y organizaciones por más de 25 años en los campos de prensa, publicidad, RR.PP  y marketing. 

Al recibir la comunicación de su nombramiento, Geomar Pacheco señaló: “Asumo con optimismo este nuevo desafío de contribuir al fortalecimiento de las relaciones comerciales y la cooperación para el desarrollo científico, cultural, económico y social entre Perú y Canadá, con mi participación en una organización de tanto prestigio mundial como la CAPE. Voy a asumir con la mayor responsabilidad este encargo que va más allá de nuestras fronteras, extendiéndose al mundo iberoamericano”.

Por su parte, tras el anuncio de la designación, J. Andrés Rojas, PDG de CAPE, afirmó: "Estoy encantado de tener a Geomar en el equipo ejecutivo. Su amplia experiencia, su capacidad para implementar proyectos innovadores y estructurantes, así como su entusiasmo para marcar la diferencia en la investigación del marketing internacional son activos importantes para la CAPE ".

En su oportunidad, René Cordero, presidente del consejo de administración de la CAPE destacó que: ‘’Las disciplinas de comunicación de marketing y su orquestación al servicio de marcas corporativas, marcas de productos o servicios: marca, publicidad, la promoción, las relaciones públicas, las comunicaciones interactivas, etc. Los aspectos de diseño, implementación y evaluación de estrategias de comunicación. Es una integración sinérgica de los mejores componentes de comunicación y marketing.’’ 

Finalmente, J. Andrés Rojas, PDG CAPE, manifestó “Tenemos la confianza y seguridad que la distinguida profesional peruana va a cumplir con los objetivos de nuestra organización”. 

 

Canadá, Junio de 2020

 

J ANDRÉS ROJAS

PDG CAPE     

Presidente do Escritório de Negociações Internacionais ONIS - CAPE

Ao longo das execuções das tarefas referentes às negociações internacionais, há uma semelhança  nos quatro cantos do planeta em relação aos procedimentos atinentes que dão conta de tais operações:

Em Primeiro lugar. Os meios de entrada de produtos.  Exportação / importação - subsidiária de propriedade consolidada. Fusão / aquisição - alianças e joint ventures, licenças de operação pela variável crescente  de risco de negócios.

Em segundo lugar.  os meios de saída de produtos e serviços. Exportação/importação - turismo e transporte, licenças e franquias, operações chave na mão, contratos de gestão, investimento direto e investimento de portfólio.

No terceiro núcleo, as funções: marketing, manufatura global e gerenciamento da cadeia de valor, contas, contabilidade, finanças, recursos humanos.

No quarto centro, as alternativas: seleção de cidades, organização e mecanismos de controle.

JEFFERSON CAMPOS BORRALHO

Presidente do Escritório de Negociações Internacionais ONIS - CAPE


Se por meritocracia, ele é um candidato executivo para todo o Brasil, de fato confirmado, a partir de sua sede na Câmara de Comércio Ibero- Panamericana - CAPE - cuja missão é interagir com os ibero-americanos do mundo.

Bilíngue - língua nativa é o português-  e proficiente em inglês internacional. Gestor   público com atuação na criação de políticas públicas de desenvolvimento econômico dos setores do turismo e cultura. Agente público do judiciário com atuação  na administração dos atos juridicionais de promoção do acesso do público aos serviços juridicionais. Coordenador e líder de agremiação de movimento político através de  representação legal partidária.Empreendedor e líder de negócios em: Hospedagem, Operador de Turismo e Viagens. Guia turístico, intérprete e tradutor em vários setores da economia.

Graduado pela Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT - Licenciatura  em literatura - inglês e português. Profundamente ligado ao turismo ecológico, com especialização em roteiros ecológicos para o  Pantanal-MT. Larga experiencia em coordenação de atividades de cunho organizacional e constitucional do terceiro setor em especial as entidades das áreas do Turismo e Cultura. E, competência na elaboração e gestão de projetos de empresas privadas, sem fins lucrativos.

TODAS LAS RUTAS LOS CONDUCEN…

'Um desafio latente da globalização está dentre as muitas rotas: a tecnologia está se expandindo, especialmente em transporte e comunicações. Outro fator, os governos estão removendo as restrições ao comércio internacional. Uma a uma, as instituições estão fornecendo serviços para facilitar a condução de negócios internacionais. Neste momento, os consumidores estão interessados em saber sobre bens e serviços estrangeiros.  Diante da competição, as rotas tornaram-se mais globalizada. No decorrer do tempo, as relações políticas se desenvolveram, gerando melhores resultados aos pares entre algumas das principais potências econômicas. O tempo é agora em que os países cooperarem mais em questões transnacionais. Tem havido muitos atos de cooperação e acordos entre países. Tendo os ventos a seu favor, a CAPE terá a chave nas suas mãos  para conectar os dois países ', salientou Jefferson Campos, presidente da ONIS CAPE - BRASIL

 'A bordo, os principais riscos de negócios envolvidos na penetração no mercado internacional são: a perspectiva estratégica-  o ponto principal. Porém, o risco econômico é o mais urgente. A partir daqui, seguem-se os demais, dentre os quais, o risco Operacional,  o da Memória,e do Terrorismo. Dito e feito, Satisfação do Cliente. Por dia, o Planejamento. De fato, o preço. Pelo menos, má gestão, a última coisa que devo dizer sobre a concorrência.  Eloquentemente manifestado, J Andres Rojas PDG CAPE

'Conheça  os principais fatores.  Os padrões internacionais de negócios concentram-se no seguinte: Estar lá, divulgar a inter-relação de políticas públicas em um país e práticas econômicas em outro.  Melhorar as relações comerciais internacionais através de estratégias de comunicação apropriadas. Um pouco de entendimento dos negócios do ambiente global, isto é, a interconexão de sistemas culturais, políticos, legais, econômicos e éticos.  Geralmente, exploramos os conceitos básicos subjacentes às relações internacionais de finanças, gerenciamento, marketing e negócios. Identifique, assim que possível, as formas de propriedade da empresa e as oportunidades de negócios internacionais '', destacou Rene Cordero, Presidente do Conselho de Administração da CAPE.

Sobre o CAPE

 

Na cidade de consultoria industrial-comercial e internacional de Montreal, Quebec Canadá.  É a sede principal da Câmara de Comércio Ibera Panamericana --CAPE -

 

 

Missão

 

Apoiar o desenvolvimento de empresas de todos os setores e regiões econômicas.

 O apoio à criação de riqueza depende fortemente da cultura e inovação empreendedora que melhoram a qualidade e o padrão de vida dos cidadãos e o desenvolvimento da comunidade.

 

 

Visão

 A CAPE será reconhecida como a comunidade empresarial que representa empresas de todos os setores e regiões, nos países do mundo hispânico e português.

 A CAPE aprimora a compreensão dos laços econômicos entre o Canadá - Quebec e ibero-americanos e suas regiões e promove a cooperação entre regiões.

 A CAPE participa de um crescimento econômico baseado em três componentes do desenvolvimento sustentável (econômico, ambiental e social) e baseado em iniciativas comerciais responsáveis.


 

 

Comitês CAPE

---------------------

DE 2019 a 2020

 Aeroespacial e aeroporto

 Farmacêutico (biotecnologia, medicamentos genéricos, produtos farmacêuticos inovadores, fabricação por contrato, pesquisa contratual.)

 Biotecnologia industrial (saúde e nutrição animal, processamento de alimentos, marinha, ciências da vida)

 Bens de consumo (móveis, cosméticos e cuidados pessoais, moda)

 Construção civil

 Cooperativas (agro-alimentar, gestão, finanças, etc.)

 Desenho industrial (consultores em desenho industrial)

 Energia (energia renovável; biomassa, verde, estoque de CO2, engenharia, energia geotérmica, hidrelétrica e marinha, infraestrutura, solar, rede elétrica inteligente)

 Vento (fabrica sistema de orientação e frenagem, fabricação de módulos, fabricação de barramentos condutores, etc.)

 Empresas de serviços (logística, finanças, consultoria, gerenciamento de propriedades e instalações, serviços de recursos humanos, produção, pesquisa e desenvolvimento e serviços de infraestrutura, serviços de marketing e comunicação)

 Educação (bacharelado, graduação, pós-graduação)

 Ambiente (tecnologias verdes)

 Mercados Públicos

 Suprimentos médicos

 Metalurgia (alumínio) (indústria de produtos de metal, indústria de usinagem mecânica e metálica)

 Minas

 Produtos naturais para a saúde

 De plástico

 Ciências da vida (organismo e centro de pesquisa)

 Tecnologia da informação e comunicação (soluções lógicas, microeletrônica, equipamentos de telecomunicações, serviços de informática, serviços de telecomunicações, ópticas-fotônicas).

 Têxteis técnicos (ferramentas de promoção estratégica)

 Transporte terrestre (ônibus e ônibus urbanos, trens, ferrovias, veículos elétricos, veículos motorizados de lazer, veículos especiais)

 Transporte marítimo

 Turismo

 Segurança e Defesa

Solicite mais informações à Sra. Gladys Lafrenière - Nava, Coordenadora

 

René Cordero

Presidente do Conselho de Administração

 CAPE



J Andrés Rojas 

PDG CAPE 

www.cape-ca.com/contacto 



Montreal, março de 2020.



  • Banner inferior
  • VILLA KANATA
  • ARTISTAS

2016 - Cámara de Comercio Ibera Panamericana Inc